18/04/2017 12:17

Odontólogos e auxiliares participam de manhã de treinamento e capacitação

Odontólogos e auxiliares participam de manhã de treinamento e capacitação Odontólogos e auxiliares participam de manhã de treinamento e capacitação

Com o tema “Percepção sobre o impacto da saúde bucal na qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual”, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizou, nesta terça-feira, 18, uma manhã de treinamento e capacitação para odontólogos e auxiliares do município de Nossa Senhora do Socorro.

O objetivo do evento foi oportunizar espaços para os profissionais aprimorarem seus conhecimentos acerca dos cuidados com a saúde bucal dos pacientes que sofrem de alguma deficiência intelectual. “Foi uma manhã de capacitação, onde pudemos desmistificar a história de que os pacientes que sofrem de qualquer deficiência devem procurar primeiro os Centros de Especialidades. Nossos profissionais da Atenção Básica têm capacidade de tratá-los e acolhê-los e somente depois, caso haja necessidade, encaminhá-los para os Centros”, explicou a coordenadora de saúde bucal, Heloísa Gois.

Essa manhã de treinamento foi ministrada pelo especialista em saúde coletiva e mestre em odontologia, Filipe Nunes, que a partir de uma pesquisa realizada em várias instituições que atendem esses pacientes, a exemplo da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e dos Centros de Especialidades de Socorro, estudou o impacto da saúde bucal na vida dos pacientes e familiares.

“Apresentei o resultado da pesquisa e mostrei que os profissionais de odontologia têm o poder de observar, interferir e modificar as condições da saúde bucal dos pacientes com alguma deficiência e também dos seus familiares, que muitas vezes não são avaliados por odontólogos da Atenção Básica. Então, o objetivo da minha palestra foi tanto conscientizar esses profissionais do poder que eles têm, como também evidenciar quais são os ‘achados’ que se fazem presentes e que devem ser abordados durante o atendimento odontológico”, relatou.

Para o odontólogo, Breno de Araújo, essa capacitação enriqueceu ainda mais o conhecimento sobre o assunto e tornou mais aptos os profissionais dessa área. “É uma grande oportunidade para nós odontólogos tratar desse tema, porque muitas vezes esses pacientes são esquecidos em nossa sociedade e não podemos deixar que isso aconteça. Nesta manhã, agregamos mais conhecimento ao nosso trabalho para que possamos abordar esses pacientes com mais capacidade e cuidado”, afirmou.

Quem também esteve presente e aproveitou cada dica transmitida pelo palestrante foi a auxiliar de saúde bucal, Amélia Regina. “Atendemos também pacientes com deficiência em nosso consultório e uma manhã de treinamento como essa nos auxilia nesse atendimento. Achei muito proveitosa e importante essa capacitação. Pudemos tirar dúvidas, compartilhar experiências e entender melhor como podemos acolher e atender esses pacientes”, disse.

Embora sendo um treinamento essencial para a realização dos trabalhos dos profissionais de odontologia, a capacitação foi dividida em dias diferenciados para não prejudicar o atendimento dos pacientes. Cerca de 50 profissionais participaram do treinamento nesta manhã e mais 50 irão participar na próxima terça-feira, 25, à tarde.

COMENTÁRIOS

Verificação de segurança Digite no campo abaixo o que você vê na imagem
Obter outra imagem

© Copyright 2017. All Rights Reserved.